Buscar
  • Equipe La Petite

A Realidade de Empreender!

Atualizado: 13 de Mar de 2019

Vai ser duro, vai doer, mas a verdade é essa...


Lendo alguns textos sobre empreendedorismo nos deparamos com uma matéria de Ícaro Carvalho onde certas verdades nos puseram para pensar se realmente as pessoas que empreendem hoje entendem verdadeiramente o significado de tocar uma empresa.


Muitos discursos em busca de qualidade de vida, diminuição de horas no trânsito e mais tempo com a família, levam diversas pessoas a arriscar no universo do empreendedorismo. Mas será que essas pessoas sabem realmente o que as espera?

Iniciar um negócio requer acima de tudo muito esforço, estudo de áreas que você nunca imaginou se arriscar e muito, mas muito trabalho mesmo! Envolve a coragem de não saber quanto e se vai receber no final do mês mesmo tendo trabalhado de segunda a segunda; comprometimento com você mesmo, com a sua decisão e com os clientes que a partir de agora serão seus chefes.


Não dá mais pra ligar e dizer que está doente, que está sobrecarregado, que quer aumento, plano de carreira ou uma pós paga pela empresa. Absolutamente tudo passa a ser problema seu. Da compra do papel higiênico até as cláusulas do contrato; do escopo do trabalho de cada envolvido no negócio até o valor das suas horas de trabalho. Empreender é simplesmente ter uma empresa inteira e todas as suas responsabilidade dentro de uma só pessoa: o empreendedor!


Mas o teste é simples, se não te matar, te torna mais forte e certamente o sucesso virá!


O empreendedorismo veio pra ficar e cada vez mais é um mercado que rende matérias, livros, cursos e, infelizmente muitos aproveitadores. Promessas diversas e absurdas que envolvem um pouco de tecnologia, pouquíssimo tempo, desvalorização do trabalho de marketing bem feito e muita cara de pau.


São seguidores comprados, logos desenvolvidos em papel de pão e sites que não passam de textos e fotos jogados numa nuvem que ninguém vai achar. Fórmulas milagrosas de sucesso que prometem fama e dinheiro instantâneos baseados apenas na força da motivação.


Antigamente, os livros apresentavam fórmulas, equações e cálculos que te ensinavam a lidar com o fluxo de caixa da sua empresa, análises de concorrência e precificação, estratégias de publicidade e marketing baseadas em dados de mercado, mas hoje eles apenas dizem: “Você irá chegar lá! Acredite, você irá vencer!”.


E ai toda a atividade empresarial acabou por ser reduzida à pura e pobre política do incentivo. Simplesmente porque odiamos a verdade; principalmente quando ela diz que teremos que trabalhar duro e que as chances de sucesso são lentas e mínimas.

Por isso é tão mais fácil ver palestras bonitas, termos em inglês, pessoal super engajado técnicas e passos infalíveis, muito Power-Point dinâmico e interativo, mas nenhum negócio real para mostrar. Ninguém te diz como começar, ou o que é importante. Só te dizem para ser motivado e se jogar.


Empreender é complicado, requer mais que força de vontade, precisa ter TALENTO para o trabalho.

E no Brasil é ainda pior. O governo nos atrapalha com impostos altíssimos para quem quer se regularizar como empresa, a burocracia nos sufoca, os custos nos desanimam, mão de obra desqualificada e muita gente trabalhando sem profissionalismo e comprometimento… Tornar um negócio lucrativo e perene nesse país é uma proeza digna de super-heróis. E tudo isso drena cada pedacinho da nossa alma, do nosso ânimo e da nossa esperança de ser dono de alguma coisa.


É nesse momento que os oportunistas aparecem. Sempre com o perfil alinhado, comunicativo e super-motivado, que não precisa — necessariamente — de alguma formação universitária ou instrução, apenas um mindset contagiante, energia positiva e pró atividade.

Se você está pensando em abrir um negócio ou entrar de vez na economia digital, oferecendo produtos ou serviços, ou até mesmo utilizar a internet para complementar um negócio físico que você já possua, tome cuidado! Há uma indústria de falsas promessas e de prosperidade barata, que tentará te capturar.


São livros, cursos e treinamentos que arrecadam milhões e agrupam pessoas com negócios reais que vão tomar lições e investir em sujeitos que nunca abriram um CNPJ e que nunca souberam como administrar de verdade uma empresa.


Pouco a pouco, o modelo ideal de sucesso deixa de ser construir uma empresa sólida, que serve aos seus clientes e à sociedade com ótimos produtos e serviços gerando empregos e fazendo a economia girar, e passa a ser se tornar mais um desses caras, que vendem de baciada palestras e congressos com mais e mais auto-ajuda barata. Afinal é muito mais fácil…e, na maioria das vezes, rentável do que vender a realidade.


E é ai que as prioridades se confundem, o empreendedor não percebe o valor de um nome para a sua empresa, de um logo, de um site, de uma pesquisa de mercado, tudo isso é “caro”, criar engajamento de forma correta e conteúdo relevante é “caro” mas comprar seguidores é um caminho rápido e barato para o sucesso. E não julgamos esse tipo de atitude, afinal só existe pra vender porque alguém compra.


Mas não existe fórmula milagrosa de sucesso ou caminho mais fácil, infelizmente. Existe muito trabalho, muita estratégia, muito planejamento e muita, mas muita paciência. Ninguém constrói uma marca ou uma empresa em uma semana. São meses e até anos para a maturação de qualquer negócio.


Então se empreender é seu chamado, seja paciente e persistente! Busque pessoas que possam te ajudar a chegar lá da forma correta, com o pé no chão para que não seja um voo suicida e que te traga prejuízos no futuro. Leia, pesquise, e se informe, pois o que mais existe hoje no mercado são pessoas que querem dinheiro a qualquer custo sem se preocupar em manter relações duradouras. Um bom negócio precisa de uma base sólida, investimento correto e muito trabalho duro!


Não caia na armadilha do empreendedorismo compromissado mais com o entretenimento e status do que com os resultados. Não tente empreender por auto-afirmação, ignorando a montanha de trabalho que isso dá e as verdades que você só vai aprender atrás de um balcão de loja, em um estoque ou fazendo compra nas feiras da madrugada.


Você vai se sentir cansado, você vai desanimar, você vai pagar mais pra trabalhar do que já imaginou, mas uma hora isso tudo fará sentido. A fórmula é a mesma! As grandes marcas nasceram assim! Nas garagens, com dinheiro emprestado, nas madrugadas sem dormir, com pessoas altamente qualificadas tendo que fazer faxina e servir café pois são o exército de uma pessoa só!


Fonte e inspiração: https://medium.com/o-novo-mercado/porque-a-ind%C3%BAstria-do-empreendedorismo-de-palco-ir%C3%A1-destruir-voc%C3%AA-3e18309ab47f - Por Ícaro Carvalho


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua dos Buritis, 237 - Jabaquara

São Paulo, SP 04321-000

Sobreloja

 

(11) 3228-7733

(11) 99630-8620

lpetitecom@gmail.com

 

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Blogger Ícone

© Copyright 2017 • LaPetite Comunicação • Todos os Direitos Reservados.